quarta-feira, 2 de março de 2011

Retrato falado de nossos antepassados

Os assentamentos de praça trazem duas informações importantes, a descrição física dos assentados, bem como o nome do pai deles. Por isso, vamos colocar aqui o resumo desses assentamentos com essas informações. E vamos começar com o Capitão Theodósio da Rocha.
Theodosio da Rocha, natural do Rio São Francisco, Vila de Penedo, filho do Capitão Damião da Rocha, de estatura ordinária, trigueiro, cara redonda, olhos pardos, cabelo crespo, já pinta de branco, de idade de cinqüenta e um anos pouco mais ou menos, senta praça, em 2 de Janeiro de 1708.
É bom destacar que o Capitão Theodósio já vinha atuando na Guerra dos Bárbaros.Em 15 de Junho de 1696 foi nomeado pelo Capitão mor da Cidade do Natal, Capitania do Rio Grande, e Governador da Fortaleza dos Santos Reis Magos, Bernardo Vieira de Mello, no posto de  Cabo do presídio da Invocação de Nossa Senhora dos Prazeres, da Ribeira do Assú, para regê-lo e governá-lo. Anteriormente, foi Alferes e Capitão de Infantaria das Ordenanças da Capitania de São Francisco.
  Outro detalhe é que alguns assentamentos são de pessoas bem jovens, havendo deles com 12 anos de idade.
A seguir os assentamentos de quatro filhos do Capitão Theodósio da Rocha, onde os documentos são assinados por Manoel Gonçalves Branco.

Bonifácio da Rocha Vieira, de idade de dezesseis anos, filho do Capitão Theodósio da Rocha, cabelo acastanhado, rosto redondo, um sinal de ferida grande na face esquerda e outro do canto do olho esquerdo, de alta estatura, não muito encorpado, natural desta Capitania do Rio Grande, senta praça de soldado nesta Companhia, desde  5 de janeiro de 1699.
Antonio Vaz Gondim, de idade de quinze anos, natural desta Capitania do Rio Grande, filho do Capitão Theodosio da Rocha, cabelo acastanhado, de rosto um tanto comprido, trigueiro, olhos acastanhados, um sinal de ferida no canto do olho direito, de estatura pequena, é soldado desta Companhia desde 5 de janeiro de 1699.
João da Rocha Vieira, de idade de quatorze anos, filho do Capitão Theodosio da Rocha, natural desta Capitania do Rio Grande, cabelo louro, alvo de cor, o olho direto mais pequeno e o esquerdo com uma neve por cima, o rosto comprido, de mediana altura, é soldado desta Companhia desde 5 de janeiro de 1699.
O Capitão Damião da Rocha Pimentel, filho do Capitão Theodósio da Rocha, de idade de dezenove anos, natural desta Capitania do Rio Grande, olhos pardos, cabelo preto, alvarinho de rosto, e dele comprido, de boa estatura, é soldado desta Companhia desde 5 de Janeiro de 1699.
Vejamos agora assentamentos de praça de filhos do Tenente Gaspar Rebouças Malheiros, português de Viana do Castelo, Portugal, que era casado com Úrsula Leite de Oliveira. Em 1688, era procurador do povo e foi encaminhado junto com o Capitão Francisco Berenger de Andrade, através do Senado da Câmara, para levar os protestos ao General de Pernambuco, pelo estado em que se achava a Capitania.
Antonio Leite de Oliveira, filho do Tenente Gaspar Rebouças Malheiros, natural desta Capitania, de idade de quarenta e cinco anos, de estatura ordinária, cheio de corpo, cabelo louro e crespo, com muitos brancos, cara redonda e cor trigueira, senta praça nesta Companhia do Capitão Francisco Ribeiro, desde dez de março de 1724.
Antonio, acima, tinha uma diferença de idade para os outros a seguir, bastante significativa. É tanto que não encontrei o seu batismo.
Lourenço de Oliveira (batizado em 13 de Setembro de 1708), filho do Tenente Gaspar Rebouças Malheiros, natural desta Capitania, de idade de dezesseis anos, cheio de corpo, cara redonda, cor alva, olhos pardos, cabelo acastanhado e corredio, senta praça nesta Companhia do Capitão Francisco Ribeiro Garcia , de sua própria vontade deste quatorze de Dezembro de 1724.
Gaspar Pereira Leite (batizado em 30 de março de 1705), filho do tenente Gaspar Rebouças, natural desta Capitania, de idade de vinte anos, espigado de corpo, cor alva, e sardo do rosto, cabelo acastanhado, e corredio, senta praça nesta Companhia do Capitão Francisco Ribeiro Garcia, desde seis de Março de 1724.
Ponciano Gonçalves (batizado em 30 de novembro de 1706), natural desta Capitania, filho do Tenente Gaspar Rebouças, de idade de dezesseis anos, espigado de corpo, rosto alegre, e alvo de cor, cabelo e olhos pretos, senta praça na Companhia de sua própria vontade desde oito de fevereiro de 1724.
No blog http://trindade.blog.digi.com.br/ transcrevemos os assentamentos de dois filhos de Bernardo Vieira de Mello, a saber: Bernardo Vieira de Mello Junior e Antonio Arnoso Leitão.

2 comentários:

  1. Prezado Senhor Joao Trindade,


    A Urssula Leite de Oliveira, nao seria avó de uma pessoa do mesmo nome, esposa de Antonio de Azevedo Maia, Antonio Padre, de Jardim do Seridó?

    Obrigado

    ELiton

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliton
      O problema está na falta de documentos intermediários entre os mais antigos e os mais novos, com também a falta de mais informações nos batismos e casamentos. Mas é uma pista

      Excluir

Seu comentário ajudará na correção dos artigos e fotos, bem como na construção de novas informações.